Hatch com

Audi A3 Sportback

Na estréia mundial da nova geração da linha A3, durante a edição 2004 do Salão de Paris (França), o Brasil se perguntou qual seria o destino do carro produzido na fábrica da montadora em São José dos Pinhais (PR). Na época, as informações eram incertas; nos bastidores, falava-se na possível fabricação do renovado modelo em território nacional, mas o fabricante descartou a hipótese durante o Salão do Automóvel de São Paulo daquele mesmo ano. Daquela época até hoje, muita coisa aconteceu na subsidiária brasileira da Audi, a começar pela mudança na direção de sua distribuidora de veículos, que saiu das mãos do grupo Senna.

Além disso, o destino do nosso A3, que tem estilo da antiga geração de modelos da marca alemã, foi definido: até dezembro, a Audi mantém sua produção. Depois disso, a montadora encerra suas atividades na planta paranaense, “joint-venture” com a Volkswagen, e passa da posição de fabricante à importadora. Para assinalar esta fase de atuação no Brasil, a empresa começa a vender, em agosto, a nova geração do hatchback, que conviverá por cinco meses com o modelo nacional. A informação oficial foi divulgada no início do mês, encerrando a série de boatos e incertezas que permearam a marca alemã desde o Salão de Paris de 2004.

A Audi escolheu a versão Sportback, de cinco portas, para marcar o lançamento do A3 no mercado interno. O carro será oferecido com duas versões de motorização; a de entrada virá com motor 1.6, que rende 115 cavalos de potência e 15,9 kgfm de torque. O mais forte é o novo propulsor 2.0 TFSI turbocharger, com 200 cavalos e 28,3 kgfm de torque, entre 1.800 e 5.000 rpm. Segundo informações do fabricante, os números são suficientes para levar o hatchback de 0 a 100 km/h em 7,1 segundos e à velocidade máxima de 231 km/h. O desempenho é obtido quando o carro está equipado com câmbio manual, de seis marchas.

No modelo comercializado na Europa, há também opção de câmbio seqüencial (DSG) ou automático seqüencial. Entretanto, a Audi do Brasil ainda não informou se estas versões serão oferecidas por aqui. O estilo do carro é mais moderno, robusto e arrojado que o do nacional. A marca registrada é a grade do radiador, que forma uma estrutura única e trapezoidal com a entrada de ar. O recurso, identidade de toda a nova geração de veículos Audi, deixa o hatch de cinco portas com “cara de mau”. Os faróis contam com lâmpadas de xenônio.

As linhas laterais do A3 também seguem a tendência dos outros modelos Audi; a parte de trás do teto, levemente rebaixada, deixa o carro com ares de cupê, ressaltando a esportividade. As rodas apresentam desenho novo e robusto, com medidas que variam entre 16 e 18 polegadas. Na traseira, as lanternas têm o mesmo formato das dos sedãs A4, A6 e A8. O pára-choque é proeminente e a saída de escape dupla tem acabamento cromado. No interior, as novidades começam pelo volante, de três ou quatro raios, com novo desenho, marcado pelo trapézio que marca a dianteira.

O hatchback traz também, pela primeira vez, o teto solar panorâmico “open sky”. Dependendo da versão de acabamento, os bancos dianteiros vêm com regulagem elétrica e o ar-condicionado conta com ajustes digitais. A capacidade do porta-malas chega a 370 litros. A lista de itens de segurança inclui freios ABS, airbags, sensores de estacionamento e de chuva e suspensão multibraço. Segundo a Audi, o A3 Sportback custará cerca de R$ 110 mil. É mais barato que o Mercedes-Benz Classe A importado, lançado no final do ano passado por cerca de R$ 130 mil.

O preço também é mais competitivo que o do BMW 120i, que chegou ao Brasil em março de 2005, e tem preço de aproximadamente R$ 140 mil. Resta saber se, até o lançamento, a Audi manterá o mesmo patamar de valor para o carro, que ainda não está fechado, e se o hatch terá o mesmo nível de equipamentos de série de seus concorrentes.

Além do A3 Sportback, a montadora terá outros oito lançamentos no Brasil este ano, que incluem o utilitário esportivo Q7, o esportivo S6 e a versão conversível do A4. Embora a Audi não confirme, estima-se que a marca também traga para cá o A3 de três portas, que tem aptidão mais esportiva e poderia competir com o BMW 130i. Apesar de as vendas só começarem em agosto, o A3 Sportback poderá ser visto nas concessionárias da Audi a partir deste mês. Entretanto, o modelo estará disponível apenas para exposição.

[wppa type=”slide” album=”3320″][/wppa]