Vários fatores influenciam na desvalorização de um carro, entre eles a cor. Por isso, mesmo que você opte por levar em consideração apenas o seu gosto pessoal na hora de comprar um carro, nunca é demais saber qual tonalidade pode te ajudar a perder menos dinheiro no futuro. É isso que aponta o estudo feito pelo site com 2,1 milhões de carros negociados nos Estados Unidos.

Levando em consideração que um veículo desvaloriza cerca de 33,1% nos três primeiros anos de uso, quem tem um carro amarelo pode levar vantagem já que a média de depreciação desses modelos fica em apenas 27%. Já os donos de carros dourados são os mais prejudicados, uma vez que essa cor geralmente está associada a uma desvalorização de 37,1%.

De acordo com Phong Ly, CEO da iSeeCars, os carros amarelos são menos comuns, o que poderia aumentar a demanda e ajudar a manter o valor. “Nossa análise mostra que a cor amarela tem a menor depreciação nos carros de baixo volume, como os conversíveis. Curiosamente, o amarelo também é cor que gera menos desvalorização em SUVs e picapes”, ressalta o executivo.

A pesquisa aponta, no entanto, que os carros amarelos não são os mais fáceis na hora de revender. Enquanto um carro leva, em média, 36,5 dias para ser passado a diante, um modelo amarelo espera cerca de 41,5 dias para encontrar um novo dono.

Confira abaixo a lista com as principais cores de carros e a média de desvalorização de cada uma delas, de acordo com o iSeeCars.

Cor do carro
Média de desvalorização em 3 anos
Amarelo 27%
Laranja30,6%
Verde30,9%
Branco32,6%
Vermelho32,7%
Azul33,5%
Marrom33,5%
Cinza33,5%
Prata34%
Bege36,6%
Roxo36,7%
Dourado37,1%

E quando o assunto é cor de carro, vale lembrar outro estudo liderado pelo iSeeCars que aponta que o público masculino prefere carros amarelo (33,9%) e laranja (32,6%), enquanto as mulheres costumam optar pela tonalidade verde-água, também conhecida como ciano (19%) e dourada (14,5%).

Imagem: Divulgação