A fabricante chinesa Geely Motors, proprietária da Volvo, agoratambém é a maior acionista da Mercedes-Benz. A empresa investiu US$ 9 bilhões pra comprar 9,7% da Daimler, dona da marca alemã.

A empresa chinesa, de propriedade do bilionário Li Shufu, já possui outras marcas no mundo automotivo, além da Volvo, a Lotus e a Polestar – marca de carros de desempenho que recentemente se separou da empresa sueca, também pertencem à Geely. Li Shufu também é dono da Lynk & Co, que desenvolve veículos elétricos pensados para compradores jovens, bem como a Terrafugia, empresa que trabalha para criar um carro voador. Por fim, o novo táxi utilizado em Londres é feito pela Londo Eletric Vehicle Company, outra empresa do grupo Geely.

A compra deverá gerar uma via de mão dupla, a Geely deverá ter acesso à tecnologia da Mercedes-Benz, especialmente de veículos elétricos, campo em que a marca alemã é considerada líder. Aliás, a Daimler já anunciou que a empresa lançará 10 veículos elétricos diferentes até 2022, todos sob uma nova marca, a EQ. Em contrapartida, a Mercedes-Benz terá todo o conhecimento e estrutura da Geely no mercado chinês.