A Citroën deixou de usar o nome Picasso para designar os monovolumes da família C4 na Europa. De acordo com a revista britânica , uma fonte ligada à marca francesa confirmou que os modelos de cinco e sete lugares serão rebatizados com a nomenclatura C4 Spacetourer e Grand C4 Spacetourer, respectivamente, para ficarem mais próximos da van Spacetourer com capacidade para nove passageiros (foto abaixo).

Usado nas minivans C4 desde 2006, o nome Picasso “criou uma lacuna entre esses modelos e os monovolumes maiores na linha Citroën”, explicou a fonte.

A Citroën diz que a mudança de nome ajudará os consumidores a entenderem que C4, Grand C4 e Spacetourer fazem parte da mesma linha de produtos, uma vez que compartilham a plataforma EMP2.

Citroën C4 Picasso passa a se chamar C4 Spacetourer

Citroën C4 Picasso passa a se chamar C4 Spacetourer

No ano passado, a dupla C4 e Grand C4 Picasso vendeu quase 100 mil unidades, provando que o segmento continua em alta naquele continente mesmo com o avanço dos SUVs nos últimos anos. Já a Spacetourer teve apenas 8.837 unidades comercializadas por pertencer a um nicho, mas a Citroën diz que as encomendas do modelo cresceram significativamente no início de 2018.

Além dessas três minivans, a Citroën acaba de revelar a nova geração do Berlingo (imagem abaixo), que também utiliza a plataforma EMP2 e será a principal atração da marca no Salão de Genebra, em março.

Fotos: Divulgação