Aparentemente a Fiat lançou moda com a configuração “secreta” do Argo. Se no caso da montadora italiana a configuração não aparece no site, no caso do Jaguar com o seu novo E-Pace a situação é a inversa.

Durante o lançamento oficial em Indaiatuba-SP, a marca anunciou quatro configurações do modelo com preço inicial de R$ 222.300. No entanto, ao entrarmos no site da Jaguar é possível configurar um E-Pace muito mais barato. Trata-se de uma versão chamada apenas pelo nome do carro e com preço sugerido de R$ 195.400.

Mas é claro que não há milagre, por esse preço, o SUV perde diversos itens. O primeiro deles é a assinatura em LED que funcionam como luzes diurnas de rodagem; as rodas passam a ser de 17 polegadas ao invés de 18; os retrovisores, tanto externos quanto internos, deixam de contar com camada anti-ofuscante; o sistema multimídia conta com apenas 6 auto-falantes e não vem com GPS, ao contrário do anunciado que tem sistema de navegação e 15 auto-falantes, enquanto o pacote de estacionamento é convencional, com sensores e câmera, mas sem auxilio autônomo. Por fim, o E-Pace mais barato também abandona o revestimento em couro para os bancos e o painel digital em TFT.

Ainda assim, com todos os itens acima, exceto os auto-falantes extras e o painel digital, é possível configurar o E-Pace em R$ 216.400. Entretanto, ao optar por uma configuração não prevista nos pacotes fechados e anunciados pela Jaguar, o futuro proprietário terá que encomendar o SUV e esperar até seis meses para a chegada do veículo.