A Ford requisitou o registro de peças da nova geração da picape F-150 no Brasil, segundo a revista do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). As informações foram apuradas e publicadas na última terça-feira (27) pelo jornalista André Paixão, do site .

Os desenhos registrados no INPI revelam diversos componentes, como para-brisa, faróis, lanternas, tampa da caçamba e grade frontal das versões XLT, Platinum e Limited da F-150. Consultada pelo G1, a Ford disse apenas que “não comenta especulações e lançamentos futuros”. O modelo nunca foi comercializado oficialmente no país.

Líder de vendas nos Estados Unidos há quase 40 anos, a Ford F-150 possui diversas configurações, com três diferentes opções de cabine (simples, estendida e dupla) e três tamanhos de caçamba. As versões de cabine dupla e caçamba estendida podem passar dos 6 metros de comprimento.

As motorizações a gasolina disponíveis são as V6 2.7 (turbo), 3.3 e 3.5 litros, além da 5.0 V8. As potências variam entre 290 cv e 450 cv. Recentemente, a F-150 ganhou o primeiro motor turbodiesel, um V6 de 250 cv.

Os propulsores podem ser combinados a câmbio automáticos de seis ou 10 marchas, e tração traseira ou 4×4.

Nos Estados Unidos, a F-150 custa entre US$ 27.700 (cerca de R$ 88.960 em conversão simples) e US$ 60.850 (R$ 195.400), sem opcionais.

Fotos: Divulgação