A Volvo apresentou nesta segunda-feira (9) o XC40 para o mercado brasileiro. O sueco chega em três versões com preços entre R$ 169.950 e R$ 214.950.

Apesar de classificado como SUV compacto, o XC40 mede 4,42 metros de comprimento, 2,70 m de entre-eixos e 2,03 de largura. O modelo estreia com duas opções de motorização. A primeira delas é a T4 com 192 cv e 30,6 kgfm de torque, enquanto as configurações mais caras utilizam o T5 que entrega 254 cv e 38,6 kgfm de torque. Ambos são 2.0 dotados de turbo e injeção direta de combustível. Nos dois casos, a transmissão é automática de 8 marchas.

A partir da versão intermediária, batizada de T5 Momentum com preço de R$ 194.950, o XC40 ganha rodas de 19 polegadas, opção de teto branco, 4 opções de acabamento para os bancos, carregamento de celular por indução, ar-condicionado de duas zonas, câmera de ré, retrovisores anti-ofuscante, ajustes do modo de condução, rack de teto em alumínio, grade frontal com moldura cromada e para-choques com acabamento em prata.

A topo de linha, T5 R-Design com preço sugerido de R$ 214.950, adiciona rodas de 20 polegadas, bancos exclusivos, som Harman Kardon, sistema de leitura de placas, teto solar panorâmico, assento do passageiro elétrico, paddles shifts, abertura elétrica do porta-malas, piloto automático adaptativo, direção semiautônoma, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, teto na cor preta, barras e retrovisores pretos, grade dianteira esportiva com moldura preta e saídas de escapamento integradas ao para-choque.

VISUAL E TECNOLOGIAS

Em termos de visual, um conjunto de luzes com faróis dianteiros em LED filetado e lanternas traseiras verticais em formato de L já virou parte fundamental da identidade da Volvo, e estão presentes também no XC40. Por dentro, os chamarizes ficam por conta do painel de instrumentos de 12.3 polegadas e central multimídia com tela sensível ao toque de 9 polegadas.

A Volvo decidiu não colocar os alto-falantes nas portas e sim no painel central, para permitir um melhor aproveitamento dos porta-objetos – que poderá abrigar um notebook, por exemplo. Uma grande tela interativa se destaca no painel central, e o console flutuante foi mantido.

Segurança também é palavra chave, tanto que o XC40 conta com todos os sistemas dos irmãos maiores. Portanto, estão presentes Pro Pilot Assist, City Safety, Run-off Road, proteção e mitigação, Cross Traffic Alert with Brake Support e uma câmera de 360 graus.

São itens de série no XC40: sensor de chuva, sensor de estacionamento traseiro, banco elétrico do motorista com ajuste lombar, lnternas em LED, ar-condicionado, controle de cruzeiro, rodas de aro 18″ e os cobiçados painel de instrumentos em tela de TFT de 12,3 polegadas e a central multimídia (que parece um tablet) de 9 polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

No entanto, o destaque fica para os itens de segurança. Todas as versões do XC40 são dotados de frenagem automática de emergência, caso o sistema detecte uma possibilidade de colisão ou a presença de animais na pista, além de alerta de ponto cego. Controles de estabilidade e tração, assistente de partida em aclive e declive e faróis Full LED, que ajustam o facho de luz para não ofuscar outros motoristas. Há ainda o City Safety, que alerta para possíveis colisões detectando pedestres e ciclistas, por exemplo.

No entanto, o destaque fica para o Pilot Assist, presente de série na topo de linha, que utiliza o controle de cruzeiro adaptativo para fazer praticamente tudo sozinho até os 130 km/h. Sendo assim, o XC40 é o veículo semiautônomo mais barato a venda no Brasil. O Pilot Assist também está disponível nas demais versões, mas como um opcional de R$ 5 mil.

O Belta-diet.info participa do lançamento em Itajaí-SC e postara suas impressões em breve.

Imagens: Renan Rodrigues