O ano de 2020 promete ser a estreia do Ford Mustang – e dos pony cars – no segmento de esportivos híbridos, de acordo com a apuração exclusiva da revista norte-americana . Segundo a publicação, o Mustang Hybrid combinará o motor EcoBoost de quatro cilindros 2.3 turbo a gasolina a um propulsor elétrico, além da caixa automática de 10 marchas.

A aposta é que o motor a combustão seja aprimorado para atingir potência e torque combinados de cerca de 405 cv e 55 kgfm, respectivamente. Para efeito de comparação, o propulsor 5.0 V8 do atual Mustang GT entrega 466 cv e 58 kgfm.

+ Confira as primeiras impressões do Ford Mustang GT Premium que acaba de chegar ao Brasil

Seguindo a cartilha dos carros híbridos, o Mustang terá sistema de frenagem regenerativa para recarregar as baterias, além de modo de condução Eco que restringe o desempenho em favor da economia de combustível e de eletricidade. 

Quanto à aparência do pony car, pouca coisa deverá mudar. São esperadas alterações sutis no exterior para contribuir com a aerodinâmica, logotipos alusivos à versão e, por dentro, novo painel de instrumentos e acabamentos exclusivos remetendo à linha híbrida.

E quando o assunto é previsão para os pony cars do futuro, rumores propagados pela imprensa internacional dão conta de que existe a possibilidade de a Ford apostar em um crossover inspirado no Mustang, o Mach 1. Há quem diga que até Chevrolet pode embarcar nessa tendência. Mas é melhor continuarmos com os pés no chão tratando apenas do Mustang híbrido, que já é uma proposta inusitada.

Imaginação sem limites?

Se você, assim como o designer brasileiro Kleber Silva, não coloca barreiras na sua imaginação, é hora de aproveitar e conferir as projeções da dupla Ford Mustang e Chevrolet Camaro em versão hatchback. Não gosta de projeções implausíveis? Então, confira as opções mais realistas de como poderá ficar o visual da futura picape do Fiat Mobi, picape Volkswagen Atlas Tanok e do utilitário esportivo Volkswagen Atlas Cross Sport.

Imagens: Divulgação