A picape Classe X da Mercedes-Benz está confirmada para ser vendida no Brasil em 2019. Tanto é que o modelo já foi flagrado em testes rodando por aqui. A marca da estrela de três pontas, inclusive, está divulgando aos poucos detalhes da picape para o mercado brasileiro em suas redes sociais.

Nos últimos posts, no entanto, a Mercedes-Benz insinua que trará as três versões da estreante ao Brasil, incluindo a linha voltada ao uso comercial, denominada Pure. Considerada uma picape luxuosa, nessa configuração a Classe X foge à regra e sai de fábrica com vocação para pegar no batente. A variante é equipada com calotas e para-choque dianteiro de plástico preto – para honrar a tradição da marca alemã no segmento de veículos comerciais.

Uma publicação compartilhada por (@mercedesbenzclassexbrasil) em

Por dentro, o acabamento da cabine também desce de nível. Composto basicamente por plástico rígido e bancos são revestidos com tecido mais simples no lugar do couro das versões mais caras. O ar-condicionado digital de duas zonas dá lugar ao climatizador analógico e a central multimídia com comandos táteis no console é substituída por um sistema com menos recursos e tela menor sobre o painel.

+ Mercedes-Benz Classe X ganha visual invocado de preparadora polonesa

Até o momento a Mercedes não confirmou a motorização e detalhes técnicos dos modelos que serão vendidos no Brasil. No mercado europeu, a Classe X é oferecida nas versões Pure e Progressive, equipadas com motores de quatro cilindros da Nissan: X 200 (2.0 turbo a gasolina de 166 cv de potência e 24 kgfm de torque), X 220d (2.0 turbodiesel de 163 cv e 41 kgfm) e X 250 (2.3 turbodiesel de 190 cv e 46 kgfm, o mesmo da Frontier). As transmissões são manual de seis marchas ou automática de sete velocidades, com opções de tração 4×2 (traseira) ou 4×4. A capacidade de carga é de aproximadamente uma tonelada.

A variante topo de linha Power é movida pelo 3.0 V6 turbodiesel de 258 cv e 56,1 kgfm da própria Mercedes-Benz, combinado com o sistema de tração integral permanente 4Matic e ao câmbio automático de sete marchas 7G-Tronic.

A Mercedes-Benz já havia informado que a Classe X destinada à América Latina será produzida na fábrica da Aliança Renault-Nissan em Santa Isabel, na Argentina. No mesmo local serão feitas a Nissan Frontier (atualmente importada do México) e a Renault Alaskan – as três picapes compartilham motor, plataforma e alguns componentes.

Imagens: Divulgação