A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) confirmou nesta sexta-feira (1º), durante a apresentação dos planos do grupo para os próximos cinco anos, que pretende lançar até 2022 uma nova picape média baseada na última geração da RAM 1500 para concorrer com a Chevrolet Colorado e a Ford Ranger nos Estados Unidos. O modelo pode até ressuscitar o nome da Dodge Dakota, extinta no mercado norte-americano em 2011.

A nova picape também será produzida e comercializada na América Latina para competir no segmento atualmente dominado por Toyota Hilux, Chevrolet S10 e Volkswagen Amarok. É possível que seja vendida com o emblema da Fiat. O site divulgou recentemente que o modelo pode ser fabricado no complexo industrial de Goiana, em Pernambuco, onde são feitos a Fiat Toro e os Jeep Renegade e Compass – embora um novo Jeep compacto esteja mais cotado para o local.

A picape será construída na tradicional configuração de carroceria sobre chassi com longarinas e tração traseira – diferentemente da Toro, que usa estrutura monobloco e tração dianteira nas versões 4×2.

A motorização mais cotada para o Brasil é a F1C 3.0 turbodiesel de quatro cilindros (a mesma dos comerciais leves Iveco), com potências variando entre 110 cv e 203 cv, dependendo da versão. A picape terá câmbio manual ou automático, com opções de tração 4×2 (traseira) e 4×4.

Para os Estados Unidos, a FCA confirmou uma versão da RAM 1500 voltada ao uso no off-road extremo para concorrer diretamente com a Ford F-150 Raptor. A RAM TRX terá diversas preparações específicas de fábrica, como pneus de uso misto, suspensões modificadas e motor mais potente.

Fotos: Divulgação