A Volvo anunciou uma meta ousada: a partir de 2025 todos os modelos novos fabricados pela marca terão, pelo menos, 25% dos plásticos utilizados em todos os novos modelos serão de material reciclado. 

Além de firmar um compromisso voltado à sustentabilidade a marca sueca fez questão de demonstrar a viabilidade da ação proposta. Para isso, a empresa revelou uma versão do SUV híbrido XC60 construída especialmente para mostrar que os componentes plásticos do modelo foram substituídos por equivalentes de material reciclado.

Dentro do exemplar do XC60 em questão há um console de fibras renováveis e plásticos de redes de pesca e cordas marítimas descartadas. No piso, o carpete contém fibras feitas de garrafas PET e uma mistura de algodão reciclado de sobras de fabricantes de roupas. Os assentos também usam fibras PET de garrafas plásticas. Bancos de carros usados da Volvo foram usados para criar o material absorvente de som sob o capô do modelo.

O XC60 com plásticos reciclados foi revelado no Ocean Summit durante a parada da Volvo Ocean Race em Gotemburgo. O foco da regata na sustentabilidade está centrado em uma parceria com a campanha das Nações Unidas de despoluição dos oceanos.

“A iniciativa da Volvo de integrar resíduos de plástico no design de sua próxima frota de carros estabelece um novo padrão, que esperamos que outros na indústria automotiva sigam. Isso prova que esse problema pode ser resolvido por meio do design e da inovação”, ressaltou Erik Solheim, chefe das Nações Unidas Ambiental.

Em 2017, a empresa anunciou um compromisso em eletrificar todos os novos carros lançados após 2019. No mês passado, a Volvo Cars reforçou essa estratégia, afirmando que as vendas de veículos elétricos devem representar 50% das unidades comercializadas globalmente da marca em 2025.

Veja também: Volvo inaugura fábrica nos EUA e revela novo S60; XC90 também será produzido no local

Imagens: Divulgação