Image

Ford Ka sairá de linha na Europa em 2019 por vender pouco

12

abr
2019

Um dos carros mais vendidos no Brasil nos últimos anos, o Ford Ka corre o risco de sair de linha na Europa até o final do ano por conta das vendas em baixa. Além disso, o compacto não atende às novas leis de emissões que entrarão em vigor no continente em 2020.

“A produção do Ka para a Europa será concluída em setembro, mas o modelo continuará à venda enquanto houver estoque”, disse Finn Thomasen, gerente de Comunicação de Produto da Ford na Europa, em entrevista ao . O Ka vendido na Europa é importado da Índia.

O executivo ainda explicou que “o Ka estaria sujeito às penalidades das leis de emissões a partir de 2020, o que o tornaria menos atrativo aos consumidores em um segmento tão competitivo”.

Com apenas 51 mil unidades vendidas no mercado europeu no ano passado, o Ka ficou bem atrás dos principais concorrentes. O Dacia Sandero, por exemplo, vendeu 216.306 exemplares. Outros rivais, como Skoda Fabia e Fiat Panda, registraram 172.500 e 168.700 unidades vendidas, respectivamente.

Para efeito de comparação, o Ka registrou pouco mais de 103 mil emplacamentos no Brasil em 2018.

“A decisão [tirar o Ka de linha] também faz parte de nossa estratégia focada em fortalecer a marca Ford com um negócio sustentável na Europa, incluindo ações de retirar modelos menos rentáveis”, concluiu Thomasen.

Após o Ka ser descontinuado, o Fiesta será o carro de entrada da Ford no mercado europeu. No Reino Unido, por exemplo, há uma lacuna de preços de aproximadamente 5 mil euros entre as versões básicas desses modelos. Não será uma surpresa se a fabricante tirar equipamentos do Fiesta para deixá-lo mais barato. A informação, no entanto, não foi confirmada pela Ford.

Fotos: Divulgação

Top