Image

Novo Subaru Forester chega por R$ 169.990; sem pacotão de segurança, preço cai R$ 10 mil

17

jun
2019

A Subaru anunciou o início das vendas da 5ª geração do Forester no Brasil. O SUV chega em versão única por R$ 159.990 e agora traz apenas uma opção de motor, de 2 litros e aspirado. Trata-se do propulsor oferecido no mercado europeu, mas com potência de 156 cavalos (houve um ganho de 6 cv devido ao etanol adicionado à gasolina) e 20 kgfm de torque. A injeção de combustível é direta; e o câmbio é um CVT com sete velocidades simuladas.

O motor turbo de 2 litros e 240 cv foi aposentado na nova geração, e o de 2,5 litros aspirado, de 182 cv, é oferecido apenas nos Estados Unidos.

Um pacotão de tecnologias de segurança e semi-autonomia denominado EyeSight é um dos grandes apelos do novo Forester, mas não vem de série: custa adicionais R$ 10 mil, levando o preço final a R$ 169.990.

De acordo com a Subaru, o Forester ano-modelo 2019 (que foi apresentado no Salão de Nova York de 2018) é construído sobre a plataforma modular global que deu origem primeiramente ao XV, que é menor. O Forester tem 4,62 metros de comprimento (entre-eixos de 2,67).

As mudanças visuais foram discretas, com o habitual foco nos conjuntos ópticos, grade frontal e parachoques. As lanterna traseiras do novo Forester, por exemplo, seguem as mesmas na porção que invade os paralamas — mas o segmento sobre a tampa do porta-malas tem formato de bumerangue (em vez de quadrado).

A dirigibilidade é um dos apelos de venda do SUV. O motor de arquitetura boxer (plana, com quatro cilindros contrapostos) ajuda a criar centro de gravidade baixo, pois ocupa menos espaço verticalmente (já que os pistões estão “deitados”). É uma característica que aumenta a estabilidade do Forester.

Há também a tração integral automática Symmetrical AWD; dois modos de condução para pisos normais (Intelligent, mais confortável e econômico, e Sport, com ênfase no torque); e o X-Mode para situações off-road, este também dividido em dois níveis (um deles para quando você atolar o Forester na neve).

Voltando ao pacote EyeSight, que é de série em modelos mais caros da Subaru: baseado no uso de câmeras especiais (daí o nome), ele inclui frenagem pré-colisão (precedida por aviso luminoso e sonoro para “acordar” o motorista); controle adaptativo de velocidade; aviso de mudança de faixa; alerta de desvio de trajetória (para manobras mais bruscas); aviso de partida do veículo à frente (para evitar que o Forester fique parado e arrisque uma colisão em sua traseira); e frenagem automática traseira (em ação quando a ré é engatada).

Quem não quiser pagar os R$ 10 mil extras pelo EyeSight ainda terá alguns equipamentos de segurança interessantes, oferecidos como itens de série: controle de velocidade em descidas (com o X-Mode ativo); auxiliar de partida em aclives; faróis direcionais (o facho acompanha a curva); detector de ponto cego; e alerta de tráfego traseiro (também com a ré engatada).

Na cabine, os principais destaques são o sistema multimídia com tela de 8 polegadas e compatibilidade com Apple Car e Android Auto; e o som com assinatura Harman/Kardon. O porta-malas é outra vantagem comparativa, com 934 litros (cheio até o teto, sem rebatimento do banco traseiro). A Subaru oferece cinco anos de garantia total para o novo Forester, sem limite de quilometragem.

Imagens: divulgação