Image

Kia mostra o Seltos, SUV global que estreia na Índia e deve vir ao Brasil

20

jun
2019

A Kia mostrou nesta quinta-feira (20) o visual externo de seu novo SUV, o Seltos, que será o primeiro carro da marca sul-coreana fabricado e lançado na Índia, e que tem outros mercados emergentes como futuros alvos — entre eles, o Brasil.

O carro já havia sido fotografado de corpo inteiro antes, mas de forma extra-oficial; o que se vê agora nas imagens é para valer.

Kia Seltos no lançamento na Índia

Kia Seltos no lançamento na Índia

O Seltos (cujo nome remete à mitologia grega) traz uma dianteira bem diferente do restante da gama Kia. É seu primeiro modelo a ostentar faróis reduzidos a quase uma fita de pontos de LED — uma mudança radical em relação aos conjuntos ópticos um tanto conservadores da marca asiática.

As luzes de seta também são inusitadas, já que ocupam mais espaço que os faróis e têm desenho intrincado — assim como as lanternas traseiras, unidas por uma barra cromada que incorpora as luzes de ré. Só vai dar para decifrar a linguagem interna dessas luzes (que a Kia descreve como “3D”) quando o carro de verdade estiver ligado, e elas, acionadas.

O principal elemento estético comum a todos os Kia é a grade frontal com borda cromada e desenho conhecido como “boca de tigre”. Não é para todos os gostos, certamente, e os modelos mais bacanas da marca hoje em dia são os que menos ênfase dão a essa grade (o SUV Telluride, o novo Soul). No Seltos ela fica OK, digamos.

A traseira do SUV é um exercício de estilo genérico de SUV asiático. Tire o emblema da Kia do centro da barra cromada, e fica impossível adivinhar a montadora. Mas é melhor isso do que inventar moda e desagradar as massas.

Sob o capô, o Seltos terá três opções de motor: o T-GDI (usado no carro das imagens) de 1,6 litro, turbo, a gasolina, capaz de produzir 174 cavalos de potência; um 2.0, aspirado, a gasolina, de 147 cv; e um diesel também de 1,6 litro, que entrega 134 cv. Aparentemente, o mercado da Índia terá outras opções, de 1,4 e 1,5 litro.

Numa indicação de que o Seltos vem mesmo para ser global, o comunicado da Kia diz que haverá três opções de transmissão: automática de dupla embreagem e sete velocidades; automática de seis velocidades; e CVT. A tração integral não está confirmada.

Os equipamentos de dirigibilidade e segurança serão os básicos (controles de estabilidade e tração, por exemplo), e por ora não há menção a uma eventual capacidade de condução autônoma.

A cabine do SUV ficou trancada durante a exposição do Seltos à imprensa da Índia nesta quinta-feira, e por isso os detalhes são escassos. O que deu para ver é uma tela de infotainment de mais de 10 polegadas de largura, colocada no centro do painel frontal e que, segundo a Kia, pode ser dividida para mostrar até três funções simultaneamente.

Também de acordo com os dados divulgados pela montadora, o som é da marca Bose, com oito alto-falantes. A iluminação incidental da cabine pode mudar de cor e acompanhar a batida da música — afinal, segundo a Kia o Seltos é destinado a um público “jovem e familiarizado com a tecnologia”.

ASSISTA: VIDEO DO LANÇAMENTO DO SELTOS NA ÍNDIA (EM INGLÊS)

O Seltos será fabricado na Índia e na Coréia do Sul. Unidades importadas ao Brasil provavelmente virão da Coreia. As vendas globais começam mais perto do final do ano.

Faltou mencionar as dimensões do Seltos — e vai continuar faltando. A Kia, por alguma razão, ainda não divulgou esses números, nem mesmo na Índia, nem mesmo aos jornalistas especializados. Mas o jeitão é de Nissan Kicks.

Imagens: divulgação

Top