Image

Cotada no Brasil, RAM 1500 V6 turbodiesel roda mais de 1.600 km com um tanque

07

out
2019

Cotada para chegar ao Brasil até o ano que vem, a nova RAM 1500 teve os dados de consumo divulgados nos Estados Unidos. De acordo com a Fiat Chrysler Automóveis (FCA), as melhores médias da picape média são de 9,3 km/l na cidade, 13,5 km/l na estrada e 10,9 km/l em percurso combinado, na versão 4×2 equipada com o motor 3.0 V6 turbodiesel.

Equipada com tração 4×4 (configuração que deverá ser vendida por aqui), a RAM 1500 registrou 8,9 km/l em trecho urbano, 12,3 km/l no ciclo rodoviário e 10,2 km/l na média combinada.

A autonomia da picape pode chegar a 1.609 quilômetros, uma vez que o tanque de combustível tem capacidade para 125 litros de diesel (as picapes médias vendidas no Brasil levam, em média, 80 litros).

Com essas médias de consumo, a RAM 1500 foi mais econômica que a Ford F-150 (9,3 km/l, 12,7 km/l e 10,6 km/l, respectivamente), porém, não conseguiu superar a nova Chevrolet Silverado (14 km/l, 9,7 km/l e 11,4 km/l), ambas com motorização equivalente e tração 4×2.

Para efeito de comparação, a Volkswagen Amarok Highline, única picape média com motorização V6 turbodiesel à venda no Brasil, fez 8,5 km/l na cidade e 13,5 km/l na estrada, de acordo com as medições do Instituto Mauá de Tecnologia.

O motor EcoDiesel 3.0 V6 da RAM 1500 rende 264 cv de potência a 3.600 rpm (ganho de 8% em relação à geração anterior) e 66,2 kgfm de torque a 1.600 rpm (aumento de 14%). Combinado à transmissão automática de oito marchas, o propulsor confere a maior capacidade de reboque da categoria, segundo a FCA: 5.697 kg.

Apesar de medir 2,08 metros de largura, 1,97 m de altura, 3,56 m de distância entre-eixos e 5,81 m de comprimento, a RAM 1500 não exigirá carteira de habilitação a partir da categoria C e nem sofrerá as restrições de circulação por não atingir o peso bruto total de caminhão (como já ocorre com a grandalhona RAM 2500).

Caso seja comercializada no Brasil, a RAM 1500 deverá custar entre R$ 220 mil e R$ 250 mil, ficando em faixa inferior à da nova RAM 2500 (R$ 280 mil).

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor-assistente. Gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas sempre se diverte quando precisa avaliar um utilitário no fora-de-estrada ou acelerar um superesportivo num autódromo.